Jardinagem, decoração e ferramentas

Mude os móveis de lugar e ganhe mais espaço

Decoração 1móveis

Sim, nosso blog têm sido um grande aliado nessa quarentena, afinal, as dicas são preciosas pra quem deseja mudar algo na casa, no jardim, trocar cores, decorações e, agora, um post completo pra quem deseja ganhar mais espaço com muita facilidade: trocando os móveis de lugar.

O truque aqui já é bastante utilizado para otimizar os espaços internos e, muitas vezes, é também uma ótima maneira de repaginar o ambiente que já se tornou monótono e sem graça. Independentemente do motivo, saiba que prever a disposição adequada do mobiliário ainda contribui para manter a casa arrumada e com um aspecto mais bonito.

2móveis

É claro que não existem regras, mas determinados arranjos podem fazer a diferença no resultado final. Quer ver?

Planejamento é necessário | O passo inicial é tirar as medidas de todos os cômodos que vão passar pela mudança. Não importa se você deseja apenas alterar a disposição dos móveis do quarto ou repaginar toda a casa: é importante fazer uso da fita métrica pra não ocorrer erros. Aproveite para marcar os pontos onde começam e terminam as aberturas (portas e janelas). Com esses dados, você já consegue criar um esboço de planta baixa para ter noção da área total a ser ocupada com móveis e outros equipamentos. Para quem não gosta de desenhar a lápis e procura uma alternativa mais tecnológica, é possível baixar aplicativos de reforma, que auxiliarão desde a etapa de verificar as medidas, até o momento de representar os espaços.

Teste diferentes opções | Nem sempre ficamos satisfeitos de primeira, isso acontece. Não se preocupe se o resultado que você imaginava ficou totalmente diferente após realmente mudar os móveis de lugar. Afinal, quando a disposição não agrada, a saída é testar novas possibilidades. Antes de ir trocando novamente a posição das peças, aproveite o rascunho de planta baixa que você fez e proponha ocupações diferentes. Também é interessante realizar outras cópias do desenho e, sobre cada uma delas, representar os móveis em vários sentidos.

Comece pelo mais difícil | É muito difícil tentar encaixar grandes elementos em uma composição já pronta. Por isso, o ideal é que você comece a mudança definindo a posição dos móveis e equipamentos maiores. Respeitando as diferenças nas dimensões dos modelos, você conseguirá um visual mais equilibrado e ainda poderá tirar proveito de cantos inutilizados. Quem sabe, até prever a adição de novos itens enquanto estiver compondo o restante do projeto com objetos e acessórios decorativos.

Aproxime os móveis e desencoste da parede | Quando nos deparamos com um ambiente menor, a tendência é querer encostar todos os móveis na parede para deixar o máximo de espaço livre, né? Porém, nem sempre o efeito fica interessante. Procure ocupar os ambientes de maneira inteligente. Aproveite o momento de mudar os móveis de lugar para posicioná-los de modo que fiquem alguns centímetros distantes das paredes e rodapés. Esse tipo de arranjo dará continuidade e profundidade, e você terá a impressão de que há mais área disponível.

Áreas de circulação | O segredo de um ambiente confortável e harmônico está no equilíbrio entre espaços ocupados e livres. Você e os outros moradores vão querer transitar com conforto por todos os cômodos, certo? Corredores principais e pontos de encontro entre ambientes devem ter, pelo menos, 90 cm livres para passagem. Já os espaços menores, como a área entre o sofá e a mesa de centro, ou o vão entre a cama e a porta de um guarda-roupas aberto, por exemplo, podem ter o mínimo de 60cm de distância.

É preciso praticidade | Em residências com planta de conceito aberto, é comum que peças como sofás, mesas e aparadores sejam utilizados na posição de elementos divisores. Ao posicionar um móvel bem no limite de dois espaços, você consegue integrar ambientes com discrição. Ou seja, é possível separar cômodos distintos sem isolá-los das demais áreas. E o melhor de tudo é que qualquer modelo escolhido para fazer essa divisão continua cumprindo muito bem a sua função.

Se você gostou das dicas deste post, compartilhe-o em suas redes sociais. Assim, seus amigos também poderão aproveitar!