Jardinagem, decoração e ferramentas

Reforma da casa: pintura de parede e piso, o que fazer primeiro?

Pintura reforma-da-casa-pintura-de-parede-e-piso-o-que-fazer-primeiro

Reforma em casa é uma delícia. Pelo menos quando termina, deixando a casa com aquela cara de novinha em folha sem que seja preciso gastar tanto dinheiro assim. O processo do antes e o durante, no entanto, pode se tornar um transtorno se não planejado direito.

Parece que, de todas as mudanças possíveis, a pintura de parede e sinteco são as que mais dão diferença no ambiente, talvez por serem mais visuais e darem diferença na casa inteira. É preciso pensar bem na cor, na escolha do profissional ou se você dá conta de fazer a reforma inteira sozinho, nos cuidados necessários em cada passo… E é nesse momento que surge a dúvida: afinal, o que fazer primeiro?

Se pintarmos a parede e depois aplicarmos o sinteco, é capaz de subir o pó durante a reforma ou sujar a parede durante o acabamento do rodapé. Já se começarmos pelo sinteco, pode cair tinta durante a pintura da parede e estragar o piso. E então, como proceder?

Calma, explicaremos aqui o mais indicado:

1° – Avalie o imóvel antes da pintura de parede e sinteco

Você decidiu que quer dar uma nova cara para a casa e quis começar logo pela pintura. No entanto, às vezes, é necessário resolver alguns problemas estruturais antes, pois eles podem piorar com o tempo. Então avalie o imóvel e faça uma lista com todos os ajustes que precisará realizar. Dê preferência a reformas hidráulicas e elétricas.

Caso você esteja planejando colocar gesso ou fazer sancas, saiba que esse é o momento. Esse tipo de atividade faz muita sujeira e poderia estragar a pintura de parede e sinteco recém-feitos.

2° – Passe a primeira demão na parede

Isso significa que devemos pintar primeiro a parede e, depois, passar para o piso? Na verdade, não. O segredo é intercalar o sinteco com a pintura!

Neste primeiro momento, deve-se tapar os buracos da parede, raspar e garantir que a superfície fique toda regular. Feito isso, passe a primeira demão de tinta.

banner lojapsd

3° – Aplique o sinteco

Caso não esteja habituado ao nome, sinteco é um verniz feito à base de água, formol e acrílica. É ele que vai renovar seu piso de madeira, dando brilho e aquela aparência de novo. Existem três tipos de acabamento: o matte, o semi-fosco e o brilhante.

Com a parede preparada, é hora de cuidar do piso. Deve-se tomar cuidado extra nos rodapés para que não estrague o trabalho inicial feito com a pintura.

Seu piso, a esta altura, estará novo como nunca! Por isso, não deixe de forrá-lo para evitar qualquer eventual acidente durante a pintura. A partir daí, é só finalizar a parede com a última demão de tinta. Intercalando dessa forma, quase não haverá sujeira.

Para conservar o sinteco por mais tempo, evite o uso de lustra-móveis, alvejantes e até mesmo ceras. Essas últimas ficam impregnadas no piso e criam uma crosta de aspecto gorduroso, que acumula sujeira fácil.

Claro que essa ordem para a reforma não é regra, mas a pintura de parede e sinteco se tornará menos propensa a escorregões que podem comprometer o resultado final da obra. E ninguém quer uma mancha em casa para se lembrar desse descuido por tanto tempo, não é mesmo? Mesmo porque, a manutenção do imóvel acontece, aproximadamente, de cinco em cinco anos.

Caso você queira mais dicas como essa para facilitar as próximas reformas, não deixe de acompanhar nossa página no Facebook!